sábado, 23 de julho de 2011

Formação Continuada em Viamão



      Em meu artigo: "A vulnerabilidade do professor frente os desafios da profissão docente". apresentado ao Curso de Pós-Graduação “A Gestão do Cuidado para uma Escola que Protege”, do Centro de Ciências da Educação da Universidade Federal de Santa Catarina, aponto alguns fatores que levam o professor a sentir-se vulnerável sobre a pratica da docência, entendendo como o professor concilia, ou não, os diversos desafios de sua profissão, em relação a escola, o aluno, ao tempo e sua vida pessoal.
     Um  dos tópicos é sob  a falta de tempo que o educador tem:

 Para os planejamentos, as correções de provas e trabalhos;

 Levando serviço para casa;

 Sua vida pessoal;

 Formação profissional;

 Jornada de trabalho e deslocamentos entre escolas;

       É  sobre o tempo e a formação profissional do educador, que quero comentar hoje.


       Para quem atua 40 horas ou 60 horas, se torna impossível querer voltar aos bancos escolares, fazer um curso de atualização. Mas o professor consegue realizar manobras impressionantes em sua vida e dar conta, quando é de seu desejo, fazer uma faculdade ou um pós. 
        Mas o professor tambem precisa ter tempo para outros encontros, cursos, palestras que o façam refletir, aperfeiçoar ou mudar sua prática pedagógica. E na semana  de 18/07 à 22/07 realizou-se em Viamão o Congresso sobre Formação Continuada de Professores - Repensando as práticas pedagógicas na escola.
         Palestrantes de renome do RS, RJ, SP,  PR,SC fizeram dessa semana um momento de encontro entre os educadores de todas as escolas do Municipio com  tematicas variadas para a prática educativa. Foi uma semana longa,  mas que proporcionou o reencontro e a possibilidade de matar a saudade de diversos colegas, fazer novas amizades, rir, chorar, realizar trocas referente as temáticas apresentadas.

         Parabéns pelo cuidado e acolhida  da Secretaria de Educação de Viamão,  a Futuro Eventos que organizou e  a todos os envolvidos com  este Congresso, pois conforme, SOUZA, MIGUEL, LIMA. (2010 p.14),
 É fundamental que saibamos por em pratica o cuidado, como um gesto de acolhida    do      olhar... Nas instituições é que, por excelência, a educação ganha vida. Desse modo, elas se caracterizam como o lugar do cuidado, razão que justifica pensá-las no âmbito de uma gestão em que as relações se pautam pela disposição-ético-estetica-afetiva.
           A seguir alguns momentos registrados.





 Magnífica Abertura com Jorge Trevisol (RS) em Educação, afeto e espiritualidade.



Ele prendeu a atenção de todos, cantou e encantou, falou e calou fundo em nossos corações nos fez refletir, rir e chorar.
 


  Apresentação da Escola Pedro Vicente no dia 20/07 - Formação e troca de experiencias, que ocorreu no Polo 1 - Escola Araça.


 

 
                                  
André Luiz Moraes
Curta metragem: EX  ET - fala do comportamento infantil







    Regina Shudo (PR)  Sugestão do  Livro:
       O Carteiro Chegou

  
Excelente apresentação de integrante da SME declamando Navio Negreiro.
  Clarisse Leal (SC) " temos que ter foco e estar receptivo..."             Podemos ser o Óasis ou o Camelo

        Fala de nosso Secretario de Educação Gilnei e do Prefeito de Viamão Alex Boscaini

Um comentário:

  1. Olá querida, td bem? Meu nome é Márcia, moro em Brasília e navegando no Casa de colorir achei seu cantinho e amei seus trabalhos. Criei também um blog a pouquíssimo tempo, para mim td é muito novo!!! O que você acha de trocarmos figurinhas? Nós que estamos no começo, precisamos nos unir, vc não acha? Meu blog taperacomclasse.blogspot.com/ Já estou me adicionando no seu. Quando puder da uma passadinha lá... Um grande abraço e fica com DEUS.

    ResponderExcluir